Como montar um e-commerce para seu salão de beleza

Como montar um e-commerce para seu salão de beleza

Como montar um e-commerce para seu salão de beleza

Uma forma de aumentar a renda do seu salão de beleza é ampliando os seus negócios. Para isso, você não precisa gastar em reformas, aluguel de mais um espaço físico e nem com a contratação de mais funcionários. Basta que você crie um espaço para vender seus produtos de beleza na internet: além de ser mais uma fonte de renda para sua empresa, esta é uma maneira de aumentar a divulgação do seu salão! Veja, neste artigo, algumas dicas para abrir a sua própria loja online.

4 dicas para montar o seu e-commerce de produtos de beleza

1 – Faça um bom planejamento

Assim como no seu salão de beleza, o sucesso do seu e-commerce também depende de um planejamento bem estruturado. Este plano deve conter informações como os produtos que serão vendidos, o público para quem a loja virtual será direcionada, os meios que serão usados para divulgação e o orçamento destinado ao projeto. Quanto mais detalhado for o planejamento, menores são os riscos de que imprevistos atrasem o lançamento do seu e-commerce.

2 – Pense em um nome para a sua página virtual

Antes de criar o seu endereço virtual, você precisa escolher um nome para o seu e-commerce. Se a ideia é fortalecer a sua marca, o ideal é que seja usado o mesmo nome do salão de beleza, você também pode acrescentar a palavra loja na frente. Por exemplo, nome do salão: Cuidados para o cabelo, endereço do e-commerce: www.lojacuidadosparaocabelo.com.

3 – Escolha a plataforma que será usada

Esta é uma etapa que demanda atenção – a plataforma certa ajuda a simplificar a administração do seu e-commerce. As plataformas para lojas virtuais podem ser divididas em três grupos: SaaS, Open Source e exclusivas. Se você escolher o tipo SaaS vai usar um sistema desenvolvido por uma empresa especializada e pagar um valor mensal por isso. Já a plataforma Open Source é gratuita. Programadores desenvolvem o sistema e compartilham na internet para download. O terceiro tipo é formado por plataformas exclusivas, criadas especialmente para determinada empresa, esta é a opção mais cara.

Na hora de escolher a plataforma ideal, é importante avaliar o orçamento disponível e as funcionalidades oferecidas pelas opções disponíveis. As ferramentas do sistema devem atender às necessidades do seu e-commerce.

4 – Forma de pagamento e opções de frete

Duas decisões importantes para quem vai abrir um e-commerce são: quais serão as formas de pagamento e as opções de frete disponibilizadas. Para quem está começando, é indicado optar por um intermediador de pagamento, como o PayPal ou o Pagseguro. Terceirizar o pagamento com uma empresa especializada e conhecida é uma ideia que oferece mais tranquilidade para o dono da loja e mais confiança para o consumidor virtual. Além disso, estas são empresas que trabalham com diferentes opções de pagamento, como cartão de crédito e boleto bancário.

Você pode oferecer frete grátis na sua loja virtual, desde que compense financeiramente para o seu negócio, sedex ou optar por trabalhar com uma transportadora. Vale lembrar que é essencial escolher um meio de entrega seguro, porque esse é um serviço que influencia muito na reputação da sua loja virtual.

O que você acha de ampliar a renda do seu salão de beleza abrindo um e-commerce? Comente a sua opinião sobre o assunto!

2 Comments

  • Valda Santos
    29/03/2017

    Adorei as dicas, obrigado

    • Alexandre
      03/04/2017

      Valda, que bom! Ficamos felizes com o seu comentário 🙂

Post a Comment