10 sinais de que chegou a hora de investir em decoração

10 sinais de que chegou a hora de investir em decoração

Tempo de leitura: 5 minutos

 

A decoração de um ambiente é muito importante para deixá-lo mais bonito e confortável, mas, quando se trata da decoração de um local de trabalho, ela tem o papel importante de deixar o negócio mais atrativo. Se a decoração do seu espaço de beleza não é algo com o qual você se preocupa, chegou a hora de dar atenção a esse detalhe. Ele faz toda a diferença para um cliente que está em dúvida se frequenta o seu estabelecimento ou outro. Afinal, você trabalha na área da beleza e o seu espaço também precisa levar isso em consideração.

 

Pensando nisso, listamos 10 sinais que mostram claramente que está na hora de investir na decoração do seu salão de beleza. Confira!

 

1 – Quanto você investe em decoração?

 

Se de cara você respondeu “nada”, comece a pensar nessa mudança agora mesmo! É preciso fazer alguns investimentos constantes na decoração do seu espaço, seja para deixá-lo sempre mais bonito, seja para fins de manutenção. Não é necessário gastar muito: às vezes, itens simples como quadros, cortinas, tapetes e jogos de toalhas já são capazes de fazer uma grande diferença.

 

2 – Há alguns itens quebrados ou estragados à mostra

 

Nada mais incômodo do que usar “gatos” para deixar o salão de beleza funcionado. Nada de fios descascados ou emendados com fita isolante. Esqueça também aquela velha mania de substituição, onde um tecido velho qualquer é utilizado como tapete ou pano de chão – mesmo que ele esteja limpo. Livre-se de toalhas velhas e procure sempre deixar tudo com cara de novo.

 

A aparência do seu salão de beleza é o cartão de visitas do estabelecimento. Se ele está mal tratado, há um risco imenso de perder clientes. Você confiaria – como consumidor – em um ambiente que vai cuidar da sua beleza, mas está desgastado e com aspecto de abandonado? Pois é, o seu cliente também não!

 

3 – Ouviu reclamações de clientes ou funcionários

 

A estrutura de um negócio precisa passar conforto para clientes e também para os funcionários. Se alguém reclamou de uma cadeira desconfortável, comentou sobre uma lasca na parede, notou aquela pintura desbotada ou qualquer outra coisa referente à decoração, ligue o sinal de alerta!

 

São os seus clientes que fazem o negócio crescer ou não. Você precisa ouvir a opinião deles sempre! Há diversas maneiras, inclusive, de fazer isso sem esperar que eles tomem a iniciativa. Inclusive, quando isso acontece é bem provável que haja a perda de dinheiro, pois a insatisfação com serviços gera clientes que não retornam ao comércio e buscam a concorrência.

 

Uma saída muito eficiente e leve de saber a opinião da clientela do seu salão sobre a aparência e os serviços são as velhas e boas pesquisas de qualidade. Se você tem redes sociais, invista em posts que incentivam os comentários. Caso prefira, também pode elaborar materiais informativos, onde os clientes podem deixar opiniões e até mesmo ganhar descontos em troca dessa ação.

 

4 – Objetos com marca de uso

 

Muitas pessoas têm o costume de trocar móveis ou peças de casa apenas quando elas quebram. Esse costume é erroneamente levado para comércios pela maioria dos empreendedores. Entendemos que é preciso ter um controle de gastos, mas não deixe para trocar a sua decoração somente quando essa estiver completamente desgastada! É melhor ir trocando tudo aos poucos para que o espaço não fique com cara de acabado.

 

5 – Objetos de tendências ultrapassadas

 

É uma regra implícita entre aqueles que se interessam por decoração observar as tendências correntes. Para quem tem um negócio próprio isso é muito importante, pois ajuda você a manter a aparência dele sempre em dia. Os salões de beleza devem seguir essa linha à risca.

 

Por se tratar de um comércio voltado para a estética, é indispensável que você procure se manter moderno e atualizar pelo menos algumas peças da sua decoração. Isso não significa que você precisa repaginar toda a decoração a cada ano, mas sim pensar em que peças podem ser substituída para obter o visual desejado.

 

Já deu uma olhadinha no nosso menu de fidelização? Ele está cheio de dicas importantes e que ajudam nesse processo. Você fica por dentro de tudo o que é moda e pertinente para que haja uma fidelização maior de clientes e, consequentemente, ganho de novos consumidores do seu serviço.

 

6 – Gastos excessivos com a reposição de peças

 

Assim como citamos no item 4, é importante trocar as peças decorativas do seu salão de beleza com uma certa frequência e antes mesmo deles quebrarem. Se em seu orçamento mensal há um índice alto com gastos de reposição de itens para o ambiente, significa que você precisa fazer um check in do que deve ou não ser trocado.

 

É um trabalho cauteloso e que precisa de bastante atenção. A ideia é tirar um tempo por mês para trabalhar apenas esse aspecto. O gasto excessivo com reposição de peças também pode indicar dois outros fatores: fornecedores caros e sem tanta qualidade e funcionários sem habilidade de manejo com as peças do salão. Nesse caso, revise tais prioridades com atenção para evitar gastos desnecessários.

 

7 – Negócio cresce, investimento com decoração também

 

O estilo da decoração do seu salão precisa acompanhar o crescimento dele. Se o seu negócio cresceu, repagine-o. Nada de comprar apenas itens separados para complementar o espaço!

 

Existem profissionais que trabalham exclusivamente o design de interiores voltado para salões de beleza. Busque essa saída para que o resultado marketing da sua empresa e a lucratividade só cresçam. Lembra o que citamos no item 2? A boa aparência do seu negócio é o cartão de visitas para a prospecção e fidelização de clientes.

 

8 – Rendimento caiu

 

Se os seus rendimentos com o salão caíram, isso pode significar também a falta de atratividade do negócio! É sempre bom traçar uma estratégia nova, com peças atrativas e voltar ao lucro ideal. Já deu uma olhada no plano de marketing da empresa? Se não tiver um, essa é a hora de criá-lo! A boa decoração do salão também faz parte das ações de divulgação, afinal, não dá para fazer propaganda de um ambiente que não ofereça o máximo de conforto aos clientes.

 

9 – Nada de novos clientes

 

Seus clientes mais fiéis são indispensáveis para o seu negócio, mas o trabalho de prospecção de um novo público deve ser constante. Se você percebe que há um tempo não há novidades pelo salão, comece a pensar em torná-lo mais atrativo visualmente diante da concorrência.

 

O que você pode oferecer que nenhum outro dos seus concorrentes conseguiriam? Pense nisso e, por mais ousado que seja, tente colocar em prática!

 

10 – Desejo do diferente

Buscar inovar pode fazer com que seu público seja atraído para o seu negócio e os rendimentos aumentem. Então, se quer ousar, essa é a hora! Não precisa de um investimento alto ou algo que coloque o seu negócio em risco. Comece aos poucos e especialize-se em um serviço diferente. 

 

Se você se identificou com a maioria desses pontos, realmente é a hora de buscar ideias de como decorar o salão. Além de buscar dicas em sites e revistas, você pode recorrer à consultoria de um profissional de design de interiores e ter o melhor resultado para a sua empresa.

 

Gostou do post? Então acompanhe nosso blog e veja mais sobre o mercado da beleza! 

 

Leia também: Como fidelizar clientes do jeito certo