3 formas de financiamento para salões de beleza

3 formas de financiamento para salões de beleza

Tempo de leitura: 2 minutos

O mercado vem atraindo cada vez mais novos empreendedores, aumentando a concorrência e exigindo que estes estejam atentos na realização do seu plano de negócios, de forma a encontrar uma forma adequada de financiamento para salões. 

 

O setor que abrange as áreas de estética e beleza se encontra em crescente expansão, abrindo espaço para a abertura de novos negócios que estejam comprometidos com a prestação de serviços de qualidade, a inovação e a satisfação dos clientes, adequando-se às suas necessidades. 

 

Financiamento e plano de negócios

O plano de negócios é responsável por direcionar o caminho a ser percorrido pelo empreendimento, definindo os detalhes e permitindo a análise de sua viabilidade. Assim, é essencial colocar no papel todo tipo de informação relativa ao salão que pretende criar, estimando o investimento inicial necessário para este. A maioria das formas de financiamento que existem no mercado tem como base a análise deste plano, principalmente caso você pretenda adquirir capital de terceiros. Confira algumas formas de financiamento para o seu salão de beleza, e como você pode realizá-las!  

1. Financiamento para salões

O empréstimo bancário é uma das principais escolhas de quem precisa adquirir capital para a abertura de um negócio. Ao optar por esta opção como forma de financiamento para o seu salão, é importante estar atento às taxas cobradas e aos juros, que costumam ser muito altos para empréstimos. Assim, antes de optar diretamente por esta opção, procure por alternativas de crédito, evitando perder dinheiro com estas taxas.

2. Capital de familiares e amigos

A captação de recursos através de familiares e amigos é uma opção muito comum para quem deseja iniciar um empreendimento, já que em muitos casos estas pessoas pedem uma remuneração baixa, ou até mesmo nada em troca. Utilizando-se desta opção, uma sociedade também pode ser interessante: é provável que alguém se interesse por trabalhar com você e investir em conjunto na abertura do salão.

3. Investidores anjos

Os investidores anjos são pessoas que têm grande poder aquisitivo, e estão dispostos a assumir os riscos do mercado, explorando oportunidades comerciais. Para tal, é muito importante detalhar o seu plano de negócio para o salão, apresentando-o de forma convincente com relação ao tipo de serviço que deseja oferecer, o público alvo que pretende atingir, e por que esta é uma boa oportunidade de investimento.

Seja qual for o tipo de financiamento escolhido, é essencial que o empreendedor esteja atento às exigências do mercado de salões de beleza: desempenho profissional de alto nível, identidade voltada à clientela ao qual se destina, e sintonização com as principais tendências. O Sebrae apresenta um material muito interessante para quem deseja abrir um salão de beleza, explicando os investimentos necessários, e oferecendo valores de referência para a constituição deste. É claro que é essencial levantar de formar detalhada as potencialidades e características únicas do seu salão, e outros potenciais investimentos necessários. Confira aqui este material, e se informe mais sobre os principais requisitos para abrir um salão!

E você, que tipo de financiamento pretende obter para o seu salão? Ou já se utilizou de alguma destas formas? Compartilhe suas experiências com a gente nos comentários, e acompanhe mais conteúdos para salões na Universidade da beleza

 

Leia também: Como fidelizar clientes do jeito certo