5 motivos que podem levar seu salão a falência e como evitá-los

5 motivos que podem levar seu salão a falência e como evitá-los

Um dos empreendimentos mais sensíveis do mercado de trabalho atual são os salões de beleza.

Com o aumento da exigência da clientela, que procura cada vez mais um serviço personalizado e com qualidade no atendimento, muitos pequenos salões tem sofrido com o risco de enfrentar a falência do seu serviço.

A grande maioria dos donos de salões que chegam a falência não sabem identificar os motivos pelos quais tiveram que fechar as portas e abandonar seus clientes.

Para que você não enfrente as mesmas dificuldades, que tal conhecer as 6 razões que podem levar um salão de beleza a falência e o que você deve fazer para evitar chegar nessa situação?

Leia o artigo abaixo e deixe seu empreendimento mais distante do risco financeiro!

1 – Empreendedor despreparado

Se você optou por abrir um empreendimento qualquer no mercado de trabalho, é preciso ter alguns conhecimentos básicos de administração de um serviço próprio para não começar o seu negócio da maneira errada.

O empreendedor que não conhece nada sobre legislação trabalhista, normas de contratação de funcionários, gestão de equipe, controle financeiro e atendimento ao cliente não pode ir direto para o mercado de trabalho. Ele precisa estudar e se manter informado sobre os primeiros passos essenciais para todo empreendedor, evitando falhas futuras.

Por isso recomendamos que você se aprofunde um pouco no assunto sobre Administração de Salão de Beleza

2 – Falta de planejamento financeiro

Todo bom empreendedor sabe que um negócio tem um tempo mínimo de funcionamento para poder resultar em retorno financeiro para seu investidor.

Ninguém abre um salão e já fecha o primeiro ano com resultados positivos, especialmente se você precisou realizar um grande investimento para abrir seu negócio.

Geralmente o tempo de retorno desse investimento é de até três anos e, muitos empreendedores não se planejam para sustentar o funcionamento do local até esse período.

Para evitar a falência antes do período ideal de retorno do investimento, é importante fazer um planejamento financeiro para o seu negócio por, pelo menos três anos.

Você tem o dinheiro para sustentar esse plano? Se não, onde vai conseguir esse valor? Como pretende pagar tudo depois? Faça essa e outras perguntas para você mesmo antes de abrir as portas do seu salão.

3 – Dificuldade de controle de despesas

Quando o negócio já está aberto e funcionando da melhor maneira possível, outro problema pode comprometer o seu salão: a má gestão dos recursos financeiros que entram e saem do seu empreendimento, e do estoque de materiais do salão.

Todo bom negócio conta com um excelente controle dos valores que entram no seu caixa e dos gastos necessários para sustentar o funcionamento do local.

A falência geralmente acontece quando essa gestão financeira é mal feita, resultando em despesas muito altas e retorno financeiro insuficiente para cobrir com esses gastos.

O controle do estoque também deve ser tratado com cuidado, para que o desperdício de materiais como shampoos, cremes e esmaltes não resultem em prejuízo financeiro para o seu estabelecimento a longo prazo.

4 – Trabalhadores não formalizados

Trabalhar com manicures, cabeleireiros e outros profissionais sem o registro da atividade na carteira de trabalho e sem receber todos os seus direitos é um dos atestados de falência do seu salão.

Como o turnover (que é o processo de entrada e saída de profissionais de uma empresa) nos salões de beleza são relativamente altos, é preciso garantir que você está oferecendo tudo que os seus funcionários têm direito durante o período de trabalho, para evitar sofrer com processos trabalhistas após a saída ou demissão de algum deles.

Regularizar seus funcionários pode parecer caro em um primeiro momento, mas é a melhor maneira de evitar dores de cabeça no futuro.

5 – Evitando a falência

Para evitar a falência a primeira atitude que o empreendedor deve ter é não achar que é experiente o suficiente e que sabe tudo sobre a administração de salões de beleza.

É preciso saber ouvir outros profissionais, conhecer opiniões de outros empreendedores e estudar muito antes de abrir o próprio negócio.

Somente um empreendedor bem preparado vai saber driblar corretamente as dificuldades encontradas durante os primeiros anos de atuação de seu salão, para poder colher os lucros do seu sucesso em um futuro próximo.

Você tem um salão? O que faz para evitar esses motivos que podem levar o seu negócio à falência? Conte para a gente! Deixe seu comentário!

 

Post a Comment