Anos 90: Os cortes de cabelo e outros destaques

Anos 90

Anos 90: Os cortes de cabelo e outros destaques

Tempo de leitura: 2 minutos

 

É notável que as tendências dos anos 90 estão de volta. A gente já viu as coleções das grandes marcas, já viu as fotos do Instagram e as dicas das blogueiras. Mas o ponto é: trazendo muito mais que as cores neon e o all star, a década marcou a expressão da liberdade feminina e quebrou uma série de paradigmas.


Na música, as Spice Girls já expressavam o famoso girl power e conquistavam o mundo incentivando garotas a amarem seus corpos.


Na televisão, houve a estreia de Sex and the City, uma das primeiras séries cujo as protagonistas eram somente mulheres. Havia abertura para todas as suas vivências e conflitos, o que mostrava com sensibilidade os desafios pessoais e profissionais das personagens; indo, por sua vez, muito além dos papéis românticos clichês que sempre eram atribuídos para as mulheres na época – e até hoje são.


Sem o fenômeno da internet, eram as revistas que ditavam as tendências e davam dicas de beleza. Havia destaque para a Elle, Marie Claire e para a Cosmopolitan – que começou a produzir artigos sem tabu e influenciou toda a imprensa.


Os ícones da época estrelavam as capas e faziam a moda acontecer com roupas casuais e criativas. Os cabelos ainda eram naturais e o messy hair vinha com tudo, combinando com o momento de desconstrução e transformação da época – o que também nos parece bastante atual.

 

 

Inspire-se nos 05 cortes que marcaram os anos 90:

 

 


1. O chanel com base reta e sem franja

 

 

Produtos sugeridos para esse cabelo aqui.

 

 

2. O cacheado com corte long bob

 

 

Produtos sugeridos para esse cabelo aqui.

 


3. O longo com franja curta e desfiada

 

Anos 90


Produtos sugeridos para esse cabelo aqui.

 

 

4. O bem curtinho desfiado

 

Anos 90

 

Produtos sugeridos para esse cabelo aqui.

 

 

5. O longo com fios ondulados

 

 

Produtos sugeridos para esse cabelo aqui.

 

 

Espero que tenha gostado das dicas!

 

Um beijo, 

@lezanaroli