Chapinha: vilã ou ferramenta má utilizada?

11 de setembro, 2019

Bem-Estar, Igor Marques

 

A chapinha é uma das maiores aliadas de quem deseja “alisar” temporariamente o cabelo. Porém, é necessário entender que tudo tem seu lado positivo e seu lado negativo. E se não tiver alguns cuidados na hora da aplicação da prancha, poderá haver a danificação da fibra.

 

E é sobre isso que vamos falar aqui.

 

Chapinha faz mal para o cabelo?

 

“Para você, ela é a grande vilã do cabelo ou é uma ferramenta que as pessoas não usam da forma correta, adequada?”

 

Eu afirmo sem titubear que as duas afirmações acima são corretas. É a vilã número 01 do cabelo e as pessoas a utilizam de forma inadequada, gerando assim maiores danos ao cabelo e consequentemente à sua autoestima. 

 

Cuidados necessários

 

Separei algumas dicas para que você possa utilizá-la de uma forma mais consciente e com prudência para evitar que seus fios fiquem desidratados, ressequem e quebrem. 

 

Uso de protetor térmico 

 

Os produtos termoativos formam uma espécie de camada protetora, que isola os fios do calor.

 

“O uso de protetores térmicos é muito importante antes de usar uma chapinha, o cabelo fica protegido contra o calor da prancha, diminuindo o risco de dano aos fios”. O ideal é passar no comprimento e pontas antes de secar o cabelo com o secador pois assim irá protetor os fios da fonte de calor e na sequência aplicar a chapinha. 

 

Separar mechas grandes na hora de fazer a chapinha 

 

O ideal é separar uma mecha da largura de um dedo e aplicar a chapinha em uma de cada vez.

 

Se passar em mechas muito largas, você vai precisar passar a prancha várias vezes para conseguir alisar os fios, o que além de gastar mais tempo irá danificar o cabelo sem contar que o cabelo poderá ficar desalinhado, amassado e a produção será comprometida.

 

Por isso, o ideal é passar a chapinha em mechas da largura de um dedo.

 

Não usar todos os dias 

 

Sua pele aguentaria o calor da chapinha? Você sentiria dor? Ficaria com a pele queimada? Provavelmente.

 

Então por que fazer isso com seu cabelo se não todos os dias, quase todos os dias da semana? Sabe por que você faz isso? Por você não sente dor no seu cabelo!

 

Já pensou se você sentisse dor diante de tudo que fazemos nele? Tenho certeza que você optaria por outros meios e maior intervalo de tempo entre uma chapinha e outra.

 

Usar a chapinha todos os dias retira a umidade natural dos fios, ressaca e danifica as pontas do cabelo. Por isso, indico que você utilize a chapinha apenas 1 ou 2 vezes por semana e no dia em que você lava o cabelo! 

 

Quarto e último ponto: HIDRATAÇÃO!

 

Quando falamos de uma fonte de calor tão direta e intensa nos fios como a chapinha, podemos afirmar que há um ressecamento mais rápido do cabelo, as pontas se tornam frágeis com maior facilidade e consequentemente surgem as pontas duplas que proporcionam uma maior facilidade do cabelo romper por causa da constante utilização da chapinha em alta temperatura e com alta recorrência.

 

Por isso, indico a utilização da chapinha apenas 2 vezes na semana, no dia em que lava e que também HIDRATA

 

A hidratação será necessária todos os dias quando for utilizar a chapinha, pois irá repor água e algumas propriedades que o cabelo perde no momento da prancha. 

 

Fazendo isso, com certeza você terá mais saúde e embelezamento capilar.

 

Xero e até o próximo conteúdo! 

 

Igor Marques 

 
Cabeleireiro e CEO Studio Beauty 23 
 

Igor Marques


Matérias relacionadas

Assine nossa newsletter