O Dia da Mulher e o empoderamento feminino no mercado de trabalho

O Dia da Mulher e o empoderamento feminino no mercado de trabalho

Tempo de leitura: 2 minutos

O Dia Internacional da Mulher tem passado por uma forte – e linda – ressignificação nos últimos anos.

 

Vivemos um momento de desconstrução dos padrões que permearam a nossa sociedade por muito tempo. E que bom que estamos começando a repensar questões que antes passavam despercebidas.

 

Muitos progressos estão sendo feitos e as mulheres estão se unindo. Essa união é poderosa e transformadora, e como diz a ciranda: “eu sozinha ando bem, mas com você ando melhor”.

 

Quantas mulheres já inspiraram a sua trajetória? Talvez, a sua primeira referência tenha sido a sua mãe, a sua avó ou a sua tia. Depois, você pode ter tido uma professora incrível que abriu os seus olhos para o mundo. Você pode ter uma prima ou uma amiga com quem compartilhou muitos momentos e descobertas. Pode também, na adolescência, ter descoberto o amor de fã e encontrado a motivação que precisava na história e no sucesso de uma famosa.

 

Muitas mulheres passam por nós e participam da nossa formação. Cada uma delas deixa um pouquinho de si conosco.

 

Mas quando chegamos ao mercado de trabalho, nos deparamos com um ambiente que é majoritariamente masculino e comandado pelos homens.

 

E é claro que muitos deles também são parte fundamental no nosso desenvolvimento e evolução, entretanto, precisamos falar sobre a importância das mulheres também ocuparem esses espaços.

 

Quantas vezes, desde o início da sua jornada profissional, você foi liderado por uma mulher?

 

Quando você é um homem e olha para o topo, é acostumado a ver outros homens ali. Quando você é uma mulher, olha para o topo e não vê representatividade, recebe uma mensagem muito dura. Essa mensagem diz que, assim como muitos outros grupos não dominantes, você precisará lutar duas vezes mais para conseguir a metade.

 

Hoje, no dia 08 de março de 2019, podemos dizer – finalmente – que em curtos passos, esse cenário está melhorando. De acordo com a pesquisa International Business Report (IBR), a América Latina tem apresentado um bom desempenho na porcentagem de empresas com pelo menos uma mulher em administração sênior, que passou de 52% em 2017 para 65% em 2018.

 

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), as mulheres já superaram os homens em anos de escolaridade e nas taxas de expectativa de vida.

 

A parte triste é que, na contramão do melhor desempenho educacional, a remuneração das mulheres continua sendo menor, com disparidade de até 29% para os homens.

 

Se a líder da sua equipe é uma mulher, saiba que ela faz parte de um número que ainda é muito pequeno. Inspire-se nela! A representatividade muda vidas e abre caminhos: todas nós podemos ser o que quisermos.

 

Se você é uma líder, sinta a importância e o potencial de transformação que isso tem. Continue na luta!

 

As rosas são lindas e apreciamos todas as felicitações pelo nosso dia. Mas jamais se esqueça que estamos em um país onde ser mulher é um desafio todos os dias.

 

Um Dia Internacional da Mulher cheio de esperança e coragem. Que possamos entender que, cada vez que uma de nós chega ao topo, todas nós chegamos um pouco. E chegar ao topo é um verdadeiro ato de rebeldia contra tudo o que já nos foi imposto.

Post a Comment