Dicas para quem que abrir clínica de estética

Dicas para quem que abrir clínica de estética

Na contramão da economia do resto do Brasil, o mercado da estética se mantém como um dos mais promissores do país, graças aos produtos e serviços de ponta e à interface direta com a saúde. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), o mercado movimenta mais de R$ 38 bilhões por ano.

Só para ser ter uma ideia, entre 2010 e 2015 o número de microempreendedores individuais (MEIs) que formalizaram seus negócios no setor passou de 72.309 para 482.455 em janeiro – um aumento de impressionantes 567%. Tanto sucesso acarreta em responsabilidades com o público-alvo e com a própria empresa, já que a concorrência também em alta demanda cada vez mais atenção no planejamento para abrir sua clínica de estética. Veja como algumas dicas podem ajudar você entrar e se firmar nesse mercado, tornando sua marca cada vez mais forte.

Faça um plano de negócios e teste a viabilidade do seu empreendimento

Essa é a hora de queimar neurônios com pesquisas sobre a sua área de atuação.  Traçar um plano de negócios significa delinear totalmente a sua ideia, incluindo planos, visão e estratégias. Mas não o faça “engessado”, ele deve ser flexível o suficiente para se acomodar a imprevistos e surpresas pelo caminho, mas não deve ter pontas soltas. Defina, por exemplo, exatamente os serviços que você vai prestar, a quantidade de profissionais, cursos de especialização e atualização constante que serão necessários para driblar a concorrência, qual o seu capital de giro e quanto tempo ele deverá durar, como conseguir investidores e financiamentos, estratégias de marketing etc.

Pesquise sua concorrência

Sim, ela está cada vez mais acirrada e merece respeito, porque assim como você todo mundo da área pretende dar o melhor de si para conquistar seu lugar ao sol. Veja o que já está sendo oferecido, qual a carência da área, pesquise sobre o que faz determinadas clínicas terem mais sucesso do que outras. Faça pesquisa de campo e pergunte a seus clientes em potencial o que eles esperam de uma clínica de estética e, dentro dessa expectativa, o que você poderá oferecer. Deixe de lado o que não funciona e invista no que já está dando certo.

Escolha o local da sua clínica

A localização é um fator primordial para a sobrevivência da sua clínica. Você deve levar em consideração diversos fatores, mas os principais são a densidade populacional; as condições de acesso, como a distância dos pontos de ônibus e do metrô e a facilidade de estacionamento; o perfil de renda dos moradores locais; o fluxo de pessoas e de veículos; a visibilidade da fachada do seu estabelecimento; a distância em relação aos concorrentes; a segurança; a iluminação pública; a proximidade com o centro comercial ou com principais ruas ou avenidas; se o fluxo de pessoas demonstra tendência ao consumo, como a proximidade com shoppings, escolas, universidades, cursos, restaurantes e lojas. Em relação ao imóvel, analise se ele realmente é adequado às suas necessidades, se há possibilidade de expansão, se há disponibilidade de todos os serviços essenciais, inclusive internet.

Confira todas as exigências legais

Dependendo do tamanho da sua clínica ela pode ser incluída como MEI (com rendimento anual até R$ 60 mil), pequena empresa ou empresa. A melhor dica é contratar um profissional legalmente habilitado para constituir a empresa na forma jurídica mais adequada para o seu projeto e informar toda a legislação tributária exigida.

Escolha o nome da empresa

Já são mais de 800 mil clínicas estéticas e salões de beleza, por isso a escolha do nome é fundamental. É ele que deverá passar a primeira mensagem para o seu público alvo, que deve “grudar” na lembrança das clientes e vir à mente sempre que o assunto for estética. A verdade é que não há fórmula mágica, mas algumas dicas e exemplos para escolher o nome da clínica sempre ajudam. Tenha paciência, pense no seu público alvo, chame os amigos para dar sugestões, monte uma enquete entre clientes em potencial, aproveite seu próprio nome ou de destaque ao carro-forte entre seus serviços. Mas principalmente, pense bastante antes de registrar e torna-lo definitivo.

Monte uma equipe coesa e de qualidade

Procure montar uma equipe com experiência comprovada com bons resultados do mercado, e lembre-se que, como é uma clínica, todos devem ter qualificação em estética. Converse, exponha seus objetivos, ouça sugestões e monte um plano de carreira procurando sempre manter a equipe coesa e retida. Promova cursos e treinamentos internos de qualificação e desenvolvimento profissional para reter talentos ao mesmo tempo em que investe na qualidade dos seus serviços desde o início das suas atividades. Venda produtos home care para que suas clientes prolonguem os resultados e mantenha-se à disposição para qualquer consulta ou esclarecimento.

Preze pela higiene e qualidade dos produtos

Um ambiente agradável começa pela higiene, que deve ser visível nos mínimos detalhes. Invista em material de esterilização, compre apenas produtos de qualidade e autorizados pela Anvisa e exija sempre um alto grau de limpeza e profissionalismo de toda a equipe, da recepcionista à manicure.

Seguindo estes passos você estará mais preparada para tornar a sua clínica de estética o sucesso que você sempre sonhou.

Ainda ficou alguma dúvida ou gostaria de dar sua sugestão? Compartilhe com a gente aqui nos comentários!

Post a Comment