6 dicas para ser um líder e não um chefe

30 de julho, 2019

Gestão, Você na UB

 

Estes dias estava escutando o Podcast com o @FelipeNeffa dos meninos do @Hungry&FoolishPodcast e quase caí da esteira para anotar todos os ensinamentos e insights, rs! Fiquei muito feliz. Muita coisa do que eu aplico na minha gestão com os meus times estava na fala deles. Foi aí que eu resolvi escrever. Acho que uma das minhas missões na vida é transformar: vidas, pessoas, empresas, processos. Por isso, quis compartilhar aqui um assunto muito importante: dicas para ser um líder e não um chefe.

Muitas pessoas acham que um líder é aquele que tem cargo alto: coordenador, gerente ou diretor, mas não, esse é o chefe. Líder é aquele que inspira, escuta, ensina e aprende com o time. Pode ser que ele tenha um cargo alto sim, mas pode ser que seja um colega de trabalho também.

Durante um tempo fiquei frustrada comigo mesma, porque, enquanto gestora, o meu resultado era sempre o resultado das entregas das pessoas da minha equipe. Ficava pensando: “mas qual é o meu papel? Eu não sou especialista, sou generalista.”

E então, eu cheguei a conclusão: o papel do gestor é fazer com que a sua equipe tenha alta performance. Como? Resolvendo problemas, tirando todos os empecilhos da frente deles, priorizando projetos e entregas, identificando qual é a melhor habilidade de cada um para que, cada vez mais, eles foquem em coisas que eles são excelentes e, cada vez menos, façam coisas em que eles têm uma performance mediana. E não adianta só perguntar. O papel do gestor não é só fazer perguntas certas e esperar pelas respostas, mas sim identificar comportamentos. Muitas vezes nós temos maior visibilidade do que a própria pessoa. 

Mas Ana, como eu faço isso? Preparei algumas dicas que eu aplico na minha gestão. Vamos lá:

 

Dicas para ser um líder

 

1) Invista em autoconhecimento

 

Para você liderar um time, você precisa se conhecer. Por que? Porque só quando você sabe quais são seus pontos positivos e a desenvolver é que você tem como olhar verdadeiramente para o outro. 

 

2) Observe

 

As melhores respostas não estão nas perguntas respondidas, mas sim no comportamento, no dia a dia, nas ações.

 

3) Seja humano

 

Apesar de todos sermos profissionais, somos, acima de tudo, humanos. Se importe verdadeiramente com o outro. Procure saber da vida dele de forma genuína. A única limitação do ser humano somos nós mesmos. Se sabemos das barreiras de cada um da nossa equipe, conseguimos rompê-las de forma mais fácil. Só isso vai aumentar a performance. Alinhe o propósito da pessoa com o da empresa e lembre-se de que cada um é um. O jeito que você fala com um designer é diferente com o que fala com um jornalista. Um entende por imagens o outro por texto. Molde sua fala!

 

4) Dê feedbacks

 

Elogie sempre e dê feedbacks construtivos, eles são essenciais para o profissional se desenvolver. Saiba falar, expor e fazer com que ele “compre” a ideia. O mais importante é conseguir mostrar para o seu liderado o quanto o trabalho dele afeta os resultados da empresa e, por isso, cada erro pode ser “fatal”. Quando você tiver mais tempo como líder dessa equipe, o seu olhar vai dizer mais que as palavras e não será necessário mais aquele puxão de orelha. Ele mesmo vai se cobrar cada vez mais. Para isso, você precisa ter tempo com a sua equipe! Não lote sua agenda todos os dias. Anote e marque no seu calendário a rotina de feedbacks e, se não for “caso de morte”, não desmarque! 

 

5) Seja focado em resultados

 

Uma coisa é muito importante: deixe bem claro o que é sucesso para você. Ninguém consegue ler sua cabeça. Esclareça para a equipe qual é o sucesso do projeto: é gerar leads? brand awareness? entrega? Se não cada um rema para um lado! Estabeleça metas desafiadoras o bastante para deixá-los motivados, mas agressivas o suficiente para não deixá-los frustrados.

 

6) Dê autonomia

 

Se você tem alguém na equipe, significa que você confia nela. Senão, algo está errado. Se você contrata uma pessoa, quer dizer que ela é melhor que você naquela determinada função. Então, confie! Deixe que ela faça seu trabalho. Obviamente que autonomia vem com entrega. Você como gestor deve saber muito bem o que pode deixar e o que deve dar um double check. Para aquela pessoa que está entregando, dê autonomia. Isso vai motivá-la! Para quem não está entregando, deixe claro que para deixar de micro gerenciar, você precisa confiar na entrega! Ensine a sua equipe a dizer não, a priorizar e pensar no negócio. Dessa forma, seu trabalho ficará mais fácil.

 

Ser gestor não é fácil, mas ser líder é uma delícia! É sobre transformar, inspirar, apoiar, ajudar, aprender e desenvolver! Meu primeiro artigo por aqui e espero que tenha sido útil pra alguém! 🙂 

 

E aí, tá pronto(a) para mudar vidas? 

 

 


 

 

Texto por Ana Attie, gerente de Marketing da Avec

 

Avatar do autor

Você na UB


Matérias relacionadas

3 dicas para extrair o melhor do seu potencial e da sua equipe

Gestão

3 dicas para extrair o melhor do seu potencial e da sua equipe

Gestão

3 dicas para extrair o melhor do seu potencial e da sua equipe


Valência De Souza Valência De Souza

5 de junho, 2019

Gestão

Como preparar seu salão para a Black Friday

Gestão

Como preparar seu salão para a Black Friday


Equipe UB Equipe UB

30 de setembro, 2019

Empoderamento feminino no mercado de trabalho

Bem-Estar

O Dia da Mulher e o empoderamento feminino no mercado de trabalho

Bem-Estar

O Dia da Mulher e o empoderamento feminino no mercado de trabalho


Letícia Zanaroli Letícia Zanaroli

8 de março, 2019

Bem-Estar

Exclusivo! Gabriela Pugliesi e Ornella Minelli em bate-papo sobre beleza

Bem-Estar

Exclusivo! Gabriela Pugliesi e Ornella Minelli em bate-papo sobre beleza


Letícia Zanaroli Letícia Zanaroli

11 de junho, 2019

Comunicação com a equipe

Gestão

Entenda como a comunicação com a equipe influencia seu negócio

Gestão

Entenda como a comunicação com a equipe influencia seu negócio


Valência De Souza Valência De Souza

15 de maio, 2019

Gestão

05 dicas para manter a produtividade no seu negócio pós-feriados

Gestão

05 dicas para manter a produtividade no seu negócio pós-feriados


Tom Costa Tom Costa

12 de março, 2019

Gestão

Software para Salão de Beleza Online ou Offline? Qual Usar?

Gestão

Software para Salão de Beleza Online ou Offline? Qual Usar?


Equipe UB Equipe UB

14 de setembro, 2017

Como ter os melhores talentos no seu negócio

Gestão

Conheça o que fazer para ter os melhores talentos no seu negócio

Gestão

Conheça o que fazer para ter os melhores talentos no seu negócio


Valência De Souza Valência De Souza

1 de maio, 2019

Assine nossa newsletter