Entenda como a Lei do Salão Parceiro pode ajudar o seu salão

6 de Maio, 2019

Gestão, Paulo Bresciani

 

Olá, amigos!

 

Estou trazendo a vocês um breve relato dos benefícios da Lei do Salão Parceiro.

 

A Lei Federal 13.352/2016 – “Salão Parceiro e Profissional Parceiro”, trouxe a legalidade do negócio Salão de Beleza, contemplando as áreas trabalhista e fiscal perante aos órgãos fiscalizadores (Receita Federal, Ministério do Trabalho, Previdência Social e Municipal).

 

Essa lei foi baseada nos usos e costumes entre Salão e Profissional, que é o pagamento de uma comissão sobre os serviços executados, variáveis de acordo com o serviço, localização e região do estabelecimento.

 

O pagamento das comissões era feito em desacordo com a legislação, se o profissional tinha uma relação de carteira assinada (CLT), autônomo (RPA) ou informal este valor não era declarado na íntegra em seu recibo de pagamento (pagamento por fora), o que gerava para o salão possíveis impasses trabalhistas e fiscais, e para o Profissional o não reconhecimento da sua receita total perante ao FISCO e Previdência Social.

 

A Lei do Salão Parceiro trouxe aos donos de Salão uma maior rentabilidade nos seus resultados e uma transparência na relação com os profissionais.  Salão e o profissional são tributados pela sua cota parte, emitem suas respectivas NFs e cada um paga o seu imposto e encargos sociais de acordo com a sua receita bruta.

 

Exemplo:

 

Recebimento da Prestação de Serviços (mês) R$ 50.000,00

 

Cota Parte dos Profissionais Parceiros (Receita Bruta) 50%    R$ 25.000,00 (*)

 

Cota Parte do Salão Parceiro (Receita Bruta) R$ 25.000,00 (**)        

            

(*) Salão é responsável pela centralização dos pagamentos e recebimento e retenção dos impostos, encargos e contribuições), conforme (*) Art. 1°-A da Lei 13.352/2016 § 2 e § 3

 

  • 2º O salão-parceiro será responsável pela centralização dos pagamentos e recebimentos decorrentes das atividades de prestação de serviços de beleza realizadas pelo profissional-parceiro na forma da parceria prevista no caput.

 

  • 3º O salão-parceiro realizará a retenção de sua cota-parte percentual, fixada no contrato de parceria, bem como dos valores de recolhimento de tributos e contribuições sociais e previdenciárias devidos pelo profissional-parceiro incidentes sobre a cota-parte que a este couber na parceria.

 

(**) Base de cálculo para imposto da cota parte do Salão.        

   

O importante para a implantação da Lei 13.352/2016 é entender a Lei na íntegra, e estar de acordo com a legislação Tributária, Previdenciária e Municipal (Prefeitura local onde o Salão está estabelecido).

 

Estou à disposição, entre em contato!

 

Abraço,

 

Paulo Bresciani

 

Paulo Roberto Bresciani

Paulo Roberto Bresciani


Depois de uma longa jornada como empresário no ramo da beleza, senti que o mercado carecia de um serviço especializado: contabilidade! Hoje, ajudo os profissionais a atuarem dentro da legalidade, valorizando seus trabalhos. #UBteam

Matérias relacionadas

Lei do Salão Parceiro: tudo que você precisa saber

Destaque

Lei do Salão Parceiro: tudo que você precisa saber

Destaque

Lei do Salão Parceiro: tudo que você precisa saber


Bruna Carvalho Bruna Carvalho

25 de dezembro, 2019

Como calcular comissão de profissionais

Gestão

Como calcular comissão de profissionais

Gestão

Como calcular comissão de profissionais


Bruna Carvalho Bruna Carvalho

26 de janeiro, 2019

5 dicas para escolher a maquininha do seu salão

Gestão

5 dicas para escolher a solução de pagamento do seu salão

Veja como uma nova maquininha pode trazer benefícios para a gestão do seu negócio!

Gestão

5 dicas para escolher a solução de pagamento do seu salão

Veja como uma nova maquininha pode trazer benefícios para a gestão do seu negócio!


Bruna Carvalho Bruna Carvalho

25 de novembro, 2019

Tendências de negócios para o salão em 2019

Tendências

Tendências de negócios para o seu salão em 2019

Tendências

Tendências de negócios para o seu salão em 2019


Bruna Carvalho Bruna Carvalho

29 de novembro, 2019

Como fazer um plano de negócios para salão de beleza

Marketing

Como fazer um plano de negócios para salão de beleza

Marketing

Como fazer um plano de negócios para salão de beleza


Bruna Carvalho Bruna Carvalho

29 de dezembro, 2019

Gestão

Agendamento Online – O Novo Item Obrigatório nos Salões!

Gestão

Agendamento Online – O Novo Item Obrigatório nos Salões!


Equipe UB Equipe UB

20 de março, 2019

Profissional de beleza e estética: tudo que você precisa saber antes da contratação

Gestão

Profissional de beleza e estética: tudo que você precisa saber antes da contratação

Gestão

Profissional de beleza e estética: tudo que você precisa saber antes da contratação


Bruna Carvalho Bruna Carvalho

4 de janeiro, 2020

Regras da Anvisa para Salão de Beleza

Carreira e Negócios

Regras da Anvisa para salão de beleza

Carreira e Negócios

Regras da Anvisa para salão de beleza


Bruna Carvalho Bruna Carvalho

21 de dezembro, 2019

Assine nossa newsletter