Micropigmentação: mitos e verdades

Micropigmentação: Mitos e Verdades

Micropigmentação: mitos e verdades

Tempo de leitura: 2 minutos

 

Com certeza uma coisa não se pode negar: a micropigmentação está em alta nos salões e, cada vez mais, as clientes buscam profissionais capacitados para deixar suas sobrancelhas o mais natural possível! Esse processo requer treino e muita dedicação.

 

Junto com essa onda, diversos mitos e verdades se espalharam por aí, e a nossa educadora do curso de Micropigmentação e Microblanding, Resiane Almeida, da Academia Ondina, esclareceu alguns! Vamos lá!?

 

 

Micropigmentação: mitos e verdades

 

Só posso fazer o curso de micropigmentação se eu for designer de sobrancelhas.

Verdade. Porém, uma dica preciosa é que não basta somente ser formada e ter experiência como design de sobrancelha, mas também saber ler o desejo da cliente e domínio de visagismo para desenvolver o melhor desenho de acordo com o rosto da cliente.

 

É muito importante que o profissional treine com henna, aprenda a ter habilidades de coloração com sobrancelha, e goste de entender como a pele reage na cicatrização. São fatores que auxiliam no ingresso da profissão.

 

Micropigmentação é um procedimento definitivo.

Mito. Hoje ela já passou por várias atualizações e, o profissional capacitado, faz o implante na camada correta da pele, permanecendo um ano e meio a dois no máximo.

Com o tempo ele desbota e a cliente precisa refazer, então ele não é definitivo.

 

A cliente precisa ser orientada a fazer a manutenção do design de sobrancelha.

Verdade. A grande vantagem é que após ela fazer a micropigmentação, esse retorno acaba sendo mais demorado, por se tratar de uma sobrancelha mais definida. É muito importante que ela seja orientada a procurar um profissional para limpar os fios para que ela não deixe com falhas, e fazer essa manutenção corretamente do design.

 

Qualquer pessoa pode fazer o procedimento.

Mito. Gestantes, pessoas com problemas de pele, em tratamentos com peeling e ácidos, não podem fazer. É importante que o profissional faça a Ficha de Anamnese (conheça a da plataforma Avec). No caso de tratamento ácido, o cliente só pode fazer depois de dois a três meses. Pessoas em tratamento de quimioterapia e com pressão alta devem ser observadas também. Em outros casos, como diabetes, é importante ter autorização médica.

 

Existe idade mínima ou máxima.

Verdade. A idade mínima é 18 anos. Menores têm que estar acompanhados dos pais durante todo o período do procedimento. Não existe limite máximo de idade.

 

É possível saber como ficará o resultado.

Verdade. O profissional pode fazer uma simulação antes de realizar o procedimento para que a cliente saiba como ficará o resultado.

 

É um procedimento só para mulheres.

Mito. Pode ser feito tanto em mulheres quanto em homens. Vale ressaltar que na ausência de pelos ou em fios brancos, é preciso orientar que a pessoa faça uma coloração nesses fios para que traga um resultado muito mais rejuvenescedor.

 

Academia Ondina

@academiaondina