O que você precisa saber para empreender no Brasil

O que você precisa saber para empreender no Brasil

Tempo de leitura: 2 minutos

 

  • A diferença entre o empresário e o empreendedor

 

O momento atual não pede por empresários no mercado, e sim por empreendedores.

 

O verdadeiro empreendedor está sempre atento às tendências, buscando trazer soluções inovadoras e capazes de explorar campos de atuação ainda carentes e com demandas latentes.

 

Todo o contexto econômico e social favorece esse perfil profissional e o coloca em vantagem sobre outros.

 

Aquele que começa um empreendimento precisa ter algo inovador para oferecer: se não, pode ser facilmente dominado pela concorrência. Cerca de 600 mil novos negócios são iniciados no país por ano.

 

Existem aproximadamente 1,5 milhão de microempreendedores individuais no Brasil.

 

 

  • Desempenho do Brasil em nível internacional 

 

Segundo a Exame, entre as economias em desenvolvimento, a taxa brasileira de empreendedorismo é superior à da Índia (10,2%), África do Sul (9,6%) e Rússia (8,6%).

 

Para que o cenário torne-se ainda melhor, alguns fatores precisam ser aprimorados por aqui. Precisamos de melhor formação educacional, auxílio governamental e oportunidade de investimento.

 

É muito importante que crianças e jovens tenham educação financeira e entendam o empreendedorismo. Isso forma pessoas mais bem qualificadas e prontas para fazer investimentos conscientes.

 

A criação de legislações simplificadas também aumenta a fluidez da criação de empresas, como é o caso do Simples e do MEI.

 

 

  • Relação com o governo

 

O processo de abertura de uma empresa brasileira é repleto de burocracia. Você precisa esperar 107 dias.

 

Também é necessário contratar um contador. Por aqui, pagar impostos de um negócio requer 2.600 horas apenas para preencher formulários.

 

Caso você queira trabalhar com materiais ou produtos importados, também enfrentará desafios. Nossos impostos de importação chegam a ser maiores que os da União Soviética na década de 80.

 

Segundo dados do Banco Mundial, o Brasil é o país mais fechado do mundo para o comércio internacional.

 

Para empregar alguém, você terá de pagar 103% do salário em impostos e outros encargos trabalhistas.

 

  • Riscos

 

Abrir uma franquia diminui muito a margem de risco do empreendimento. Produzimos um texto apresentando vantagens do setor, você pode conferir aqui.

 

Segundo o Sebrae, a cada 100 franquias que abrem no Brasil, apenas 05 fecham suas portas no período de dois anos. Já entre as empresas não-franqueadas, o número é bem maior. A cada 100 que abrem, 23 encerram suas operações no mesmo período.

 

De acordo com (William A. Sahlman, 2002) existem duas perguntas fundamentais para empreender com cautela:

O mercado total para o produto ou serviço do empreendimento é grande, está em rápido crescimento, ou as duas coisas?

 

O setor já é, agora, ou poderá vir a se tornar, estruturalmente atraente?

 

O Plano de Negócios  é a ferramenta ideal para que você consiga responder essas questões e alcançar a visão ampla da oportunidade e do mercado.

 


 

E aí, gostou das nossas dicas? Se você tiver alguma dúvida ou informação adicional, compartilhe conosco nos comentários!